AeC

Relacionamento com Responsabildade

Notícias

Cultura

Três livros para garantir em 2017

Comediante lança autobiografia, atriz lança segundo romance e tetralogia chega ao fim

O livro de Jô, de Jô Soares

Jô Soares dispensa apresentações. O que pouca gente sabe é que, muito mais que ter comandado um dos maiores programas de entrevistas da televisão brasileira durante quase trinta anos, o comediante (e ator e apresentador e diretor e escritor e roteirista) teve uma vida riquíssima. Neste, que é o primeiro volume de sua autobiografia, Jô conta suas três primeiras décadas de vida – da infância na elite carioca aos estudos na Suíça, da descoberta do jazz às primeiras e modestas participações no showbusiness tupiniquim.

A Glória e seu Cortejo de Horrores, de Fernanda Torres

Depois de seu primeiro (e aclamado) livro “Fim”, Fernando Torres volta ao romance para desta vez contar a história de um personagem que tem muito a ver com sua própria carreira – um ator. Em “A Glória...”, acompanhamos a trajetória de Mario Cardoso, que do auge como astro de telenovela ao declínio profissional, quando tenta montar uma adaptação de Rei Lear, de Shakespeare, atravessa várias décadas da história da cultura brasileira, dos loucos e criativos anos 1960 aos vazios e hiperconectados tempos atuais.

História da Menina Perdida, de Elena Ferrante

Quarto e último volume de um dos maiores fenômenos literários dos últimos anos, em “A Menina Perdida” acompanhamos a trajetória que leva as personagens Lenu e Lina, bem como todos os personagens do bairro de Nápoles onde se passa a história, da maturidade à velhice. Um final em grande estilo para uma tetralogia que é literalmente impossível de se largar depois de se começar.