Cases

barra dupla

 Contact Center

Implantação do site Campina Grande
Desafio cumprido: primeira etapa entregue em 20 dias
 



Em abril de 2012, a AeC inaugurou a primeira unidade em Campina Grande, cidade universitária localizada no Estado da Paraíba e a mais de 2100 km de distância de Belo Horizonte. Foi o primeiro site de operações da empresa fora de Minas Gerais.

A construção em Campina Grande ampliou as fronteiras da AeC e a colocou em contato com uma realidade cultural distinta das experimentadas nos sites já instalados em cidades do sudeste brasileiro. Hoje, a unidade de Campina Grande é a principal em volume de atendimento e detém o recorde de número de posições de atendimento (PAs) implantadas de uma só vez em um projeto.
A unidade é resultado de um investimento de cerca de R$ 20 milhões e atualmente conta com mais de 2300 PAs para empresas dos setores de telefonia, internet e TV por assinatura.
 

Cenário

 

A construção da unidade em Campina Grande é parte da estratégia pioneira da AeC de expansão territorial, iniciada com a construção da unidade Montes Claros, em fevereiro de 2011, e continuada com a construção em Governador Valadares, no mês de dezembro do mesmo ano. Além de trazer vantagens competitivas para a empresa, com sua presença em cidades com custos operacionais reduzidos e oferta de mão-de-obra qualificada, a ação também busca trazer o desenvolvimento social sustentável para as comunidades nas quais se insere.
Assim, a AeC, em parceria com clientes dos setores de telefonia, internet e TV por assinatura, desenvolveu o projeto de inauguração do site em Campina Grande. A cidade é polo universitário da Paraíba, com população estimada em cerca de 380 mil habitantes segundo o Censo IBGE 2011. Com 16 universidades, possui quantidade expressiva de população jovem com Segundo Grau completo.
O site deveria ter 1100 PAs com entrega em módulos. A primeira etapa do projeto foi entregue em 20 dias. O investimento total foi de cerca de R$ 20 milhões.
 

Desafios

 

O maior desafio foi a distância de mais de 2100 km de Belo Horizonte, que representava tanto a extensão entre a cidade de Campina Grande e a equipe da AeC, quanto a existente entre o local de construção e os fornecedores homologados da empresa.
O entendimento das diferenças culturais regionais de Campina Grande (rotinas, hábitos e costumes da população local) em comparação aos outros sites já construídos foi outro desafio.
Além disso, foi primordial atrasos nas diferentes etapas de construção. Também foi preciso recrutar, treinar e contratar pessoal qualificado em um curto período de tempo.
 

Estratégia adotada

 

Assim como nos demais sites, as obras foram realizadas através da metodologia de turn key, com as atividades de construção (obras civis, elétricas, rede logística e mobiliário, dentre outras) acontecendo de forma sequencial e simultânea, reduzindo o tempo de execução.
A AeC firmou parcerias com fornecedores homologados em Belo Horizonte e também de Campina Grande. Contribuiu para o sucesso da obra a expertise da AeC na gestão de projetos para construção de sites, com utilização de metodologia própria homologada pelo Project Management Institute (PMI), nos Estados Unidos.
Além disso, foram empregadas equipes multidisciplinares e estratégias de apoio para a equipe em Campina Grande com envio de pessoal de Belo Horizonte.
 

Resultados

 

A construção do site Campina Grande enriqueceu a experiência de expansão territorial da AeC ao colocá-la em contato com uma nova realidade cultural. O site tem o número recorde de PAs implantadas de uma só vez em sua inauguração: 400. Hoje, é a principal unidade em volume de atendimento e mantêm mil PAs em funcionamento.
Nota: a quantidade de Posições de atendimento e colaboradores na Unidade de Campina, citadas acima referem-se ao período de start up do projeto.
​​​​​​​​​​​
Ícone para cese de energia